terça-feira, 26 de agosto de 2014

10 Filmes sobre Políticos Corruptos


As eleições se aproximam e é hora de analisar bem quem são os políticos que elegemos para nos respresentar.
A corrupção na política é quase natural do ser humano e não é privilégio dos brasileiros, embora seja uma modalidade na qual sempre nos destacamos...
O cinema já retratou inúmeros desses maus políticos nos filmes e esta lista traz alguns exemplos. Estejam à vontade para sugerir outros.

1.  Z (inspirado em fatos ocorridos na Grécia em 1963, o diretor Costa-Gavras, investiga a morte por atropelamento de um deputado liberal - Yves Montand -, líder da oposição, que foi considerada acidental pela polícia, mas que se desdobra num claro assassinato premeditado. um filme explosivo, lançado em 1968 e proibido em vários países, inclusive aqui) 

2.  Il Divo (biografia do poderoso primeiro ministro italiano, Giulio Andreotti, acusado de ligações com a Máfia e condenado a prisão em 2001 por cumplicidade no assassinato de um jornalista. o filme de Paolo Sorrentino, estrelado pelo brilhante Toni Servilllo é irônico e devastador)

3.  A Mulher faz o Homem (James Stewart é um homem simples do interior que é convidado a tornar-se senador. quando chega a Washington, descobre o quanto a política pode ser suja. ele, então, enfrenta os corruptos para impor sua ética. clássico de Frank Capra, de 1939, que fez muito barulho na época de seu lançamento)

4.  Tropa de Elite 2 (no segundo filme de José Padilha sobre o Bope no Rio de Janeiro, ele aprofunda na corrupção da polícia e dos políticos, vereadores e deputados, patrocinados por milícias que agem nas comunidades. um retrato realista e oportuno dessa relação perigosa entre bandidos e políticos)

5.  Todos os Homens do Presidente (baseado na história real de dois repórteres do Washington Post - Robert Redford e Dustin Hofman -, que ao investigar a invasão do comitê do partido Democrata, descobrem uma teia de espionagem, lavagem de dinheiro e corrupção, o que acabaria por forçar a renúncia do presidente Richard Nixon, diretamente envolvido no caso)

6.  A Grande Ilusão (Broderick Crawford  é um pacato advogado, com jeito caipira, que ganha fama ao defender os mais pobres. logo ele entra para a política e, embriagado pelo poder, começa a agir como o pior dos corruptos que ele antes criticava. clássico de 1949, dirigido por Robert Rossen, vencedor dos Oscars de filme, ator e atriz coadjuvante para Mercedes McCambridge)

7.  Mera Coincidência (o presidente dos EUA a poucos dias da sua re-eleição se vê envolvido num escândalo sexual. para desviar a atenção da opinião pública, seu marqueteiro - Robert DeNiro - contrata um produtor de Hollywood - Dustin Hoffman - para inventar uma guerra cenográfica na Albânia e tornar o presidente o heroi que põe fim ao conflito. pena que as ações reais dos presidentes americanos não sejam tão inofensivas assim)

8.  Jogo de Poder (Sean Penn é um diplomata que escreve artigo para o New Youk Times, afirmando que o governo Bush forjou relatórios sobre existência de armas de destruição em massa no Iraque para justificar a invasão. como retaliação, sua esposa - Naomi Watts - uma agente da CIA, tem sua identidade revelada e sua carreira destruída. baseado numa história real de abuso de poder)

9.  O Poderoso Chefão 2 (as ligações da Máfia com políticos sempre existiu. na segunda parte do clássico de Coppola, Michael Corleone - Al Pacino - torna-se um chefão mais sofisticado, controlando não apenas o crime, mas também muito da política. o sinistro senador vivido por G.D.Spradlin é um de seus colaboradores)

10.  Intrigas de Estado (Ben Affleck é um congressista promissor, uma estrela de seu partido, até que sua assistente e amante morre tragicamente. Russel Crowe um jornalista experiente e seu amigo pessoal é designado para investigar o caso e acaba encontrando uma série de histórias nebulosas do submundo da política. ótimo thriller político de Kevin MacDonald)

Veja ainda: "10 Filmes sobre Eleições"




terça-feira, 5 de agosto de 2014

10 Filmes de Fábulas Modernizadas


Era uma vez... toda boa fábula começa assim. 
Em busca de boas histórias, o cinema tem reciclado velhos contos de fadas em produções caras e, muitas vezes, vazias. 
Mas há também bons exemplos de uso original da fábula como base a roteiros criativos.
Esta lista traz alguns dos melhores exemplos e também alguns dos filmes mais bem sucedidos nas bilheterias utilizando atores e não animações.

1.  Malévola (2014. nesta versão da Bela Adormecida, de Charles Perrault, o foco recai sobre a vilã, uma fada vingativa que lança uma maldição sobre a princesa bebê, que ao completar 16 anos, deveria se ferir numa roca e cair em sono eterno. a vilã se redime e o filme se arrasta, mas com uma produção caprichada da Disney e a escalação de Angelina Jolie no papel central, já faturou mais de 700 milhões de dólares no mundo todo)

2.  Blancanieves (2012. uma sombria adaptação do conto de Branca de Neve, dos irmãos Grimm, situada na Espanha dos anos 1920 e no universo das touradas. o filme de Pablo Berger ousa ser preto e branco e sem diálogos, emulando o cinema mudo. é bonito, cativante, tenso e com uma trilha sonora excepcional)

3.  Jack, o Caçador de Gigantes (2013. ao plantar seus feijões mágicos, o jovem agricultor Jack - Nicholas Hoult - acaba abrindo um portal entre o nosso mundo e uma raça de gigantes apavorantes, que descem à Terra pela primeira vez depois de séculos, para reconquistar seu território que foi perdido, forçando o jovem a entrar na batalha de sua vida para impedi-los e salvar a bela princesa. o filme parece não se decidir entre o público adulto ou infantil, mas tem boa produção e acaba sendo divertido) 

4.  Os Irmãos Grimm (2005. Matt Damon e Heath Ledger encarnam os irmãos alemães, famosos escritores que compilaram dezenas de fábulas europeias. neste filme de Terry Gilliam, eles são artistas mambembes, que ganham dinheiro salvando pequenas vilas de monstros e bruxas, que eles mesmos inventam com base nos contos de fadas, até se depararem com perigos reais)

5.  Em Companhia dos Lobos (1984. versão de Neil Jordan para o livro de Angela Carter, por sua vez inspirado na história de Chapeuzinho Vermelho, conto europeu do século XIV. uma garota vive assombrada por seus sonhos violentos e sensuais, influenciada pelas histórias de lobisomem contadas por sua avó - Angela Lansbury. um bom filme esquecido pelo tempo)

6.  João e Maria, Caçadores de Bruxas (2013. versão violenta e tola da fábula alemã "Hänsel und Gretel ", coletada pelos irmãos Grimm, com muitos tiros, muito sangue, cabeças explodindo, vísceras, melecas que criança gosta. os irmãos João e Maria, agora adultos ganham a vida como caçadores de bruxas especializados e têm que voltar à velha casa onde foram aprisionados na infância)

7.  Branca de Neve e o Caçador (2012. versão luxuosa da história de Branca de Neve, estrelada por Charlize Theron como a rainha malvada, que manda um caçador - Chris Hemsworth - matar sua enteada, com inveja de sua beleza. longo e lento demais, o filme decepciona. foi indicado aos Oscars de figurino e efeitos visuais)

8.  Para Sempre, Cinderella (1998. uma velha senhora da nobreza da França chama os irmãos Grimm para contar-lhes a sua versão, a verdadeira, da história de Cinderella, sua tataravó. Drew Barrymore e Anjelica Huston estão fantásticas, nesta versão adorável, presença constante nas Sessões da Tarde)

9.  A Bela e a Fera (2014. o velho conto de fadas francês teve dezenas de versões para o cinema, na versão francesa mais recente, Vincent Cassel é o rico dono de um castelo, que tem a aparência monstruosa. quando um comerciante falido arranca uma rosa do seu jardim, ele o condena à morte, mas a filha deste, Bela - Léa Seydoux - aceita jantar com o monstro todas as noites para salvar o pai. uma bela versão, bem diferente do desenho da Disney)

10.  As Mil e uma Noites (1974. os contos das mil e uma noites são um compêndio de histórias populares do oriente - do folclore indiano, persa e árabe -, intercaladas pela história de Sherazade, que conta ao rei uma por noite para que, enquanto houvessem novas histórias, sua vida seria poupada. Pier Paolo Pasolini fez sua versão de alguns desses contos, de maior teor erótico, em umade suas melhores obras)

Em breve: Into the Woods (01/01/2015), Cinderella (27/03/2015),...

Outros filmes: Espelho Espelho Meu, Pinnocchio, Os Sapatinhos Vermelhos,...

Veja ainda: "10 Filmes sobre o Calor"

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails