domingo, 1 de janeiro de 2012

10 Melhores Filmes Brasileiros de 2011



2011 não foi dos melhores anos para a produção nacional, mas alguns filmes se destacaram.
Como todos os anos, o Listas de 10 publica uma seleção exclusiva dos melhores filmes nacionais lançados em circuito comercial ao longo do ano. Lembro que não participam os filmes exibidos apenas em mostras e festivais.
Esta lista é opinativa e reflete o gosto pessoal do editor do blog, por isso mesmo podem opinar, reclamar e malhar nos comentários.
Confira os meus 10 dos melhores filmes brasileiros de 2011.


1.  O Palhaço (poesia em forma de cinema. Selton Mello, um ator que cresceu fazendo televisão demonstra ser um cineasta com grande domínio da técnica cinematográfica, com planos bem construídos numa produção caprichada. a alma do filme está na verdade dos atores, começando pelo genial Paulo José e culminando com deliciosas pontas de Tonico Pereira, Moacyr Franco, Jorge Loredo e até o vintage Ferrugem. o próprio Selton ator imprime uma inocência bem no estilo Giulietta Masina, num filme com fortes influências Fellinianas. comovente, lindo, genial!)


2.  Além da Estrada (o maior atrativo deste road movie está nas lindas locações uruguaias. o diretor estreante Charly Braun conseguiu captar muito bem a alma uruguaia e fazer uma obra cativante. talvez com um roteiro um pouco mais trabalhado, criando conexões dramáticas mais plausíveis entre os personagens, o filme seria brilhante. mesmo assim, é um grande prazer e uma revelação. vamos torcer para continuar neste caminho)


3.  Quebrando o Tabu (um tema extremamente importante, tratado com sobriedade e um elenco de entrevistados de imensa relevância internacional. o ex-presidente Fernando Henrique dá uma aula de inteligência, sensibilidade e até de humildade ao conduzir a maior parte das entrevistas. mais um grande marco dentre os documentários brasileiros e outro grande trabalho do jovem Fernando Grostein Andrade)


4.  Os 3 (um filme inteligente, com uso de metalinguagem, bem montado por Daniel Rezende e dirigido por Nando Olival, co-diretor de Domésticas. Bons atores jovens e desconhecidos e um roteiro que mistura realidade e ficção sobre um triângulo amoroso que vira reality show. fresco, novo, muito interessante)


5.  VIPs (ótimo ritmo impresso pelo bom diretor Toniko Melo, com mais um show de interpretação de Wagner Moura, que convence até como adolescente. o roteiro, como sempre brilhante de Bráulio Mantovani, prende a atenção do começo ao fim do filme. produção qualidade O2. é o cinema brasileiro cada vez mais bem feito)


6.  Trabalhar Cansa (os diretores Marco Dutra e Juliana Rojas conseguem extrair dos atores um clima tenso de suas relações pessoais e profissionais. o filme mistura vários elementos, do drama doméstico até o terror, fazendo com que as atuações convincentes se percam numa história mal alinhavada. ainda assim vale o ingresso).


7.  Bróder (a força do longa de estreia do diretor Jeferson De está menos na trama, que é até mal resolvida, mas na construção dos personagens, do seu ambiente e suas relações. todos os atores estão ótimos, difícil destacar um só, mas pela dedicação à pesquisa, Caio Blat continua construindo uma carreira cada vez mais relevante no cinema. Cássia Kiss e Aílton Graça dão seus shows de competência a que já nos acostumamos. em resumo, um bom filme de atores e personagens)


8.  Meu País (uma boa produção apoiada no elenco, especialmente Rodrigo Santoro. conta a história dos irmãos de família abastada que se reencontram por conta da morte do pai e conhecem uma meia-irmã com problemas mentais escondida pelo pai. o roteiro não se fecha como poderia, mas é bem feito)


9.  Bruna Surfustinha (boa biografia da famosa prostituta, com interpretação dedicada de Deborah Secco. o filme é bem acabado, com edição ligeira, boa trilha pop e fotografia caprichada. tudo isso ameniza o temor inicial de que se trataria apenas de um pornô soft. melhor do que se esperava)


10.  Lixo Extraordinário (documentário sobre a produção das obras de arte de Vik Muniz, inspiradas pelos catadores de lixo do aterro carioca. o roteiro é pouco elaborado e se apoia em bons depoimentos dos catadores e em inflar o ego do artista. se tivesse um bom diretor, poderia ser uma obra-prima)


Obs: Optei por não colocar a excelente co-produção brasileira 'Lope', por ser falada em espanhol e tratar da biografia de um dos maiores poetas espanhóis, mas recomendo fortemente que o assistam.


Veja ainda: "Os 10 Melhores Filmes de 2011"
Todas as Listas

23 comentários:

  1. Vips? Surfistinha? Hummm, sei não, viu?
    Eduardo Coutinho fez em "As Canções", novamente,
    um belissimo trabalho e "Traseunte", de Eryk Rocha, já é um dos melhores filmes brasileiros deste século. Mas...

    ResponderExcluir
  2. Pois é, Herculano,
    Eu vi 64 filmes nacionais este ano, mas a maioria de anos anteriores.
    Não vi 'As Canções', 'Transeunte' e nem filmes que podem ser interessantes como 'Amanhã Nunca Mais', 'Riscado' e 'A Alegria'.
    Por isso é uma lista pessoal, reconheço minhas limitações e agradeço, de coração, quando alguém sugere outros filmes nas listas.
    Vou dar um jeito de ver ambos.
    Em tempo: Assisti dois outros documentários na Mostra de SP, que gostei muito e recomendo: 'Vou Rifar Meu Coração' e 'Uma Longa Viagem'.
    Obrigado, rapaz!
    Abs!!!

    ResponderExcluir
  3. Pois é o ano foi fraco para o nosso cinema.

    E serio que você gostou de VIPs??? ruim demais.

    ResponderExcluir
  4. Podem me crucificar...
    Sim, eu gostei de VIPs, me diverti, achei bem feito. Talvez eu estivesse de bom humor.
    Mas pensando cá com os meus botões... acho que na lista do ano passado só entraria "O Palhaço'.
    Eu tinha esperança em 'Heleno' e 'Xingu', mas nem ficaram prontos.
    Abs!!!

    ResponderExcluir
  5. O Palhaço, com toda sua simplicidade, foi um dos mais líricos filmes que eu já ví, e aquela participação do "delegado" Moacir Franco foi algo de genial, mereceu mesmo...

    ResponderExcluir
  6. Com relação ao filme VIPs, tem que assistir o documentário, pois o filme é horrível!
    Não detalha os acontecimentos, fica muito "no ar" tudo que aconteceu.. Com certeza algo que o Wagner Moura se arrepnde de ter atuado...
    O documentário sim, é perfeito, e muito, mas muito interessante...

    ResponderExcluir
  7. faltou o homem do futuro. poderia substituir vips

    ResponderExcluir
  8. hehehe
    Você não gostaram mesmo do 'VIPs', hein?
    Mas eu gostei. Bem mais do que do 'Homem do Futuro', por sinal.
    Mas é questão de gosto.
    Abs!!!

    ResponderExcluir
  9. Kd o o Tropa de Elite 1 e 2 ? e já tem gente esperando o 3...

    ResponderExcluir
  10. Amigo anônimo,
    Esta é uma seleção dos filmes lançados no cinema em 2011.
    Os dois 'Tr.opa' são de anos anteriores.
    Abs!!!

    ResponderExcluir
  11. O BRASIL AINDA NÃO SABE OU NÃO QUER FAZER FILMES DE QUALIDADE. ALGUNS FILMES PRODUZIDOS AQUI ME DÃO VERGONHA TOTAL PORQUE SÓ MOSTRAM A VIOLÊNCIA, MISÉRIA OU A PODRIDÃO DE PARTE DE NOSSO POVO COMO FORAM, POR EXEMPLO, OS FILMES: "CIDADE DE DEUS", "PIXOTE", "FALCÃO OS MENINOS DO TRÁFICO", "BOPE-BATALHÃO DE ELITE" ' "BRUNA SURFISTINHA". OU SÃO FILMES DE CRIMINOSOS, OU DE POBREZA OU AINDA DE PROSTITUTAS QUE ELES SABEM FAZER E MOSTRAR PARA O MUNDO TODO AGUARDANDO O RECONHECIMENTO PELA SUA "ARTE". O UNICO FILME QUE ME ENCHEU OS OLHOS PELA QUALIDADE, ENRÊDO, PRODUÇÃO E LOCAÇÕES FOI "OLGA" DE JAYME MONJARDIM QUE OS CRÍTICOS METERAM O PAU! EU SINTO VERGONHA DE ALGUNS FILMES PRODUZIDOS AQUI POR ESTES SUPOSTOS "GÊNIOS" DO CINEMA BRASILEIRO! (VAMPIRO BRASILEIRO) É PRÁ MORRER DE VERGONHA PARA QUEM TEM VERGONHA!

    ResponderExcluir
  12. poxa ja tentei assistir bruna surfistinha mas não consigo pq esta sem som sera q tem como arrumar para mim assistir...

    ResponderExcluir
  13. Cinema nacional era melhor
    quando tinha gatas andando
    totalmente peladas,do que hoje
    que so tem filmes de bandidos
    tratados como herois e comedias
    sem sal,so vale o capitao nascimento!

    ResponderExcluir
  14. Concordo com o "anonimo" que comentou em 27/01/2012, brasileiro só sabe mostrar para o mundo o que temos de ruim, se esquecendo que também temos as nossas coisas boas! Sinto vergonha e nem assisto a essas merdas nem de graça. Concordo também que OLGA foi o filme que mais me encheu os olhos de orgulhos pelos mesmos motivos citados pelo "anoonimo" que comentou em 27/01/2012. Para não ser injusto, "!Meu Nome Não é Johbnny" também foi muito bom. Essa é a MINHA OPINIÃO E GOSTO. Abços.

    ResponderExcluir
  15. O que você quis dizer com "com interpretação dedicada de Deborah Secco"... ficou engraçadinho....

    ResponderExcluir
  16. O Alto da compadecida é o melhor filme Brasileiro dos últimos tempo.

    ResponderExcluir
  17. Assistam '2 coelhos' muito bom !!!

    ResponderExcluir
  18. Oi anônimo,
    Só lembrando que "2 Coelhos" é de 2012, por isso não poderia estar nesta lista.
    E é mesmo um bom filme.
    Abs!!!

    ResponderExcluir
  19. Saudades de Ze Trindade, Mazzaropi, Anselmo Duarte, e da chanchada deliciosa, que mostrava um Brasil mais alegre....

    ResponderExcluir
  20. Tinha q tem o Homem do Futuro ! MELHOR FILME NACIONAL Q JA VI ! RECOMENDO !

    ResponderExcluir
  21. Eu fiquei fascinado com o homem do futuro....pena ele nao estar na lista

    ResponderExcluir
  22. b_e_d_
    eu quase ñ vejo filme brasileiro so vejo filme estranjeiro mas agora vou começar a ver

    ResponderExcluir

Todo comentário do Listas de 10 será moderado para evitar abusos.
Por isso mesmo, não são publicados imediatamente. Seja paciente!
Ao final de seu comentário, identifique-se! É chato conversar com anônimos.
Obrigado!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails