quinta-feira, 14 de julho de 2016

10 Filmes de Hector Babenco


Nascido em Mar del Plata na Argentina em 1946, Hector Babenco é um símbolo do cinema do Brasil, onde vivia desde os 19 anos, se naturalizou e desenvolveu sua carreira.
Sua estreia na direção foi com um documentário sobre o piloto Emerson Fittipaldi em 1973. Em seguida, fez dois filmes marcantes da década de 70, mas foi Pixote, de 1981 que lhe abriu as portas para o sucesso internacional.
A partir daí se credenciou para dirigir filmes com elencos de estrelas.
Por "O Beijo da Mulher Aranha", ele foi indicado ao Oscar de melhor diretor.
Nos anos 1990, sua carreira foi abruptamente interrompida com a descoberta de um câncer linfático. Ele se curou, mas sua carreira tomou uma direção mais plural, dirigindo peças de teatro e filmes mais intimistas.
Babenco, o mais brasileiro dos cineastas argentinos, morreu hoje, 14/07/2016 aos 70 anos, e nos deixa uma bela obra, da qual destaco 10 filmes.

1.  Pixote, a Lei do Mais Fraco (1981. um garoto abandonado rouba para viver nas ruas. com apenas 11 anos, após passar por reformatórios e aprender a sobreviver, torna-se um pequeno traficante de drogas, cafetão e assassino. um importante retrato violento da infância perdida, com vários prêmios internacionais e uma atuação brilhante de Marília Pera, um filme que comoveu o mundo. e fez a carreira de Babenco decolar) 
2.  O Beijo da Mulher Aranha (1985. primeira grande co-produção Brasil - Estados Unidos. em uma prisão na América do Sul, dois prisioneiros são colocados na mesma cela, um é homossexual - William Hurt - e foi preso por comportamento imoral, o outro é preso político - Raul Julia. para fugir da dura realidade, o primeiro inventa histórias cheias de mistério protagonizadas pela tal mulher aranha - Sônia Braga lindíssima. a convivência faz com que surja amizade e respeito entre eles. falado em inglês, é o único filme brasileiro a ganhar um Oscar, de melhor ator para Hurt. também foi indicado para melhor filme, roteiro e direção)

3. Ironweed (1987. durante a grande depressão, Jack Nicholson é um ex-jogador de baseball que abandonou a família há 22 anos para viver nas ruas, quando, bêbado, deixou seu filho bebê cair no chão e morrer. agora com uma companheira - Meryl Streep -, também alcoólatra e doente, que vive das lembranças de quando era uma cantora e pianista de sucesso, ele tenta conseguir trabalho para dar a ela um pouco de conforto. um filme muito triste, com interpretações espetaculares do par central, ambos indicados ao Oscar)

4.  Carandiru (2003. a visão de um médico, que trata de prisioneiros daquele que foi o maior presídio da América Latina, até a tragédia que matou 111 pessoas e culminou com sua desativação. várias histórias humanas contadas em paralelo e ótimos atores secundários, entre eles Rodrigo Santoro, Gero Camilo, Wagner Moura e Aílton Graça. um grande sucesso de bilheteria, que gerou uma série de televisão)

5. Lúcio Flávio, o Passageiro da Agonia (1977. um notório marginal - Reginaldo Faria -, em seu leito de morte, descreve a um repórter a sua carreira de crimes desde o primeiro roubo a banco. inspirado em personagens reais, o filme mostra a atuação do chamado 'Esquadrão da Morte' nos anos 60, os roubos à banco e a corrupção policial. outro sucesso do diretor, o filme teve mais de 5,4 milhões de espectadores nos cinemas)

6.  Brincando nos Campos do Senhor (1991. um casal de missionários evangélicos e seu filho pequeno se embrenham na selva amazônica, para catequizar os índios. na tribo, confrontam um padre católico e a eles se une a um outro casal. em paralelo, dois mercenários americanos, são forçados por um funcionário do governo a atacar a aldeia. a linda trilha de Zbignew Preissner foi indicada ao Golden Globe. no elenco internacional estão Tom Berenger, John Lithgow, Daryl Hannah, Aidan Quinn, Tom Waits e Kathy Bates)

7. O Passado (2007. Gael Garcia Bernal é um jovem tradutor que termina um casamento de 12 anos com sua primeira namorada. a tranquilidade com a qual ambos conduzem a separação acaba quando ele começa a namorar uma modelo de 22 anos que morre atropelada. o trauma faz com que ele apague do seu cérebro o conhecimento dos idiomas que ele traduz. uma reconciliação de Hector com seu passado e com a Argentina, num filme apenas razoável,)

8.  Coração Iluminado (1998. após 20 anos ausente, Juan - Miguel Angel Sola - retorna a sua cidade natal, Buenos Aires, para visitar seu pai doente. lá descobre que Ana - Maria Luísa Mendonça -, seu grande amor está viva e decide procurá-la, na busca conhece uma mulher misteriosa, por quem se apaixona. outro filme intimista, feito quando logo que Babenco se viu livre do câncer, marcou sua 'ressureição')

9.  O Rei da Noite (1975. nos anos 1940, Tezinho - Paulo José - sofre uma grande reviravolta em sua vida quando descobre que sua noiva precisará se mudar para tratar de uma grave doença cardíaca. sem notícias e quase sem esperanças, torna-se um boêmio e envolve-se com duas irmãs de uma amiga de sua mãe, mas acaba se casando com uma geniosa mulher - Marília Pera -, com quem briga o tempo todo. primeiro longa de ficção de Babenco, é ainda um tanto amador, mas o ótimo elenco vale o ingresso)

10. Meu Amigo Hindu (2015. Willem Dafoe é um cineasta diagnosticado com câncer terminal, cuja única chance de sobrevivência é se submeter a um transplante de medula óssea experimental, que apenas é realizado nos Estados Unidos. no hospital, ele conhece um menino hindu de apenas oito anos, que também está internado e passa a vivenciar com ele aventuras fantasiosas, inspiradas no cinema, que ajudam a suportar sua dura realidade. ecos autobiográficos de Babenco e uma estrutura similar ao"Beijo da Mulher Aranha". um filme irregular, com outra boa trilha de Zbignew Preissner)

Outros filmes: O Fabuloso Fittipaldi (1973), Words with Gods (segmento "The Man That Stole a Duck") (2014) e A Terra é Redonda Como uma Laranja (1984). 



quarta-feira, 13 de julho de 2016

10 Filmes de Humor Negro


Todos nós temos um pouco de maldade e algumas comédias investem em provocar nossos maus sentimentos.
Não raro o humor negro é controverso, pois mexe com tabus e assuntos que deveriam ser sérios, com um toque de crueldade. É o saudável e desagregador politicamente incorreto.
São muitos os filmes e cineastas que usam e abusam deste recurso. Mas como é proposta deste blog, esta lista traz apenas 10 exemplos e algumas inevitáveis menções (des)honrosas. Por isso fiquem à vontade para sugerir outros títulos.

1.  Dr. Fantástico (1964, no auge da guerra fria, Stanley Kubrick estava prestes a filmar um drama sério, baseado no best-seller 'Red Alert', mas decidiu transformar o thriller numa comédia de humor negro. ao debochar sobre o medo insano da ameaça nuclear iminente, devido às animosidades entre os EUA e a União Soviética, ele potencializou o impacto do filme. na história um general americano fica maluco e arma um plano para iniciar a guerra nuclear. então as autoridades dos dois lados têm que se unir para impedir um avião-bombardeiro de lançar uma bomba nuclear na Rússia, o que seria o fim do mundo. o grande Peter Sellers, em três papeis diferentes é o destaque do filme)

2.  Pulp Fiction (o humor negro sempre foi marca registrada de Quentin Tarantino desde este primeiro grande sucesso, surpreendente vencedor da Palma de Ouro em Cannesinspirado nos livros baratos impressos em papel jornal, traz três histórias de mafiosos, entrelaçadas e contadas de maneira não cronológica. o filme não faz cerimônia em espirrar sangue e nos fazer rir com as cenas mais absurdamente violentas. um clássico)

3.  Relatos Selvagens (Pedro Almodóvar sempre teve uma queda pelo humor negro, especialmente nos seus primeiros filmes. aqui ele apenas produz o filme dirigido pelo argentino Damián Szifrón, são seis episódios que têm em comum o humor pra lá de negro, que nos faz rir com a desgraça alheia. da vingança no avião à noiva em fúria, não há como não se divertir, mas com um pouquinho de culpa)

4.  Atração Mortal (um pouco conhecido e divertido cult adolescente de 1988, Winona Ryder é uma jovem que convive com três patricinhas, as três chamadas Heather, que se acham o máximo. o comportamento delas e dos amigos que as cercam é tão irritante que ela sente vontade de matá-las. quando ela conhece e passa a namorar um rapaz estranho - Christian Slater -, as mortes começam a se tornar realidade, mas sempre simuladas, como se fossem suicídios)

5.  Delicatessen (num mundo pós-apocalíptico, os alimentos são raros e caros, mas num prédio caindo aos pedaços, funciona um açougue que consegue sobreviver, graças aos meios de seu proprietário conseguir carne... matando seus inquilinos ou atraindo candidatos a um emprego, que na verdade é uma armadilha. ótimo e divertido primeiro longa da dupla de diretores franceses Marc Caro e Jean-Pierre Jeunet)

6.  M.A.S.H (realizado em 1970, quando os americanos viviam o clima da guerra do Vietnã, é uma sátira mordaz à guerra da Coréia, onde cirurgiões de um hospital de campanha mantém o bom humor, mesmo entre corpos mutilados nas batalhas. o humor negro começa com a canção tema, "Suicide is Painless". o filme ganhou a Palma de Ouro em Cannes. a obra-prima de Robert Altman, que originou um seriado de sucesso na TV)

7.  Quatro Leões (quem disse que com terrorismo não se brinca? esta ótima comédia de humor negro fala sobre um grupo de desastrados ativistas árabes, que preparam um atentado à bomba em Londres sem qualquer preparo ou mesmo motivo. dirigido por Christopher Morris, fez sucesso, ganhou vários prêmios, suscitou muita polémica junto dos familiares das vítimas de atentados, mas - fazer o quê? - é muito engraçado)

8.  Parente é Serpente (Mario Monicelli, mestre italiano da comédia, faz um de seus filmes mais ácidos e ferinos. num encontro para a ceia de Natal, uma típica família napolitana se reúne para celebrar seus laços. mas neste ano será diferente, os velhos pais decidem que vão convidar um dos filhos para morar com eles e em troca este hedará a casa. essa decisão faz emergir o pior de cada um dos filhos e temas como a solidão, velhice, homossexualismo e relações familiares afloram)

9.  Fargo (o melhor exemplar da crueldade dos irmãos Coen está nessa comédia policial ganhadora dos Oscars de atriz e roteiro. no filme, um gerente de uma revendedora de automóveis à beira da falência e decide forjar o sequestro de sua esposa, fazendo um acordo com dois marginais. mas uma série de imprevistos leva a um triplo assassinato. uma chefe de polícia grávida - Frances McDormand - tenta elucidar o caso, que continua a provocar mais e mais mortes. divertido e cruel)

10.  O Sentido da Vida (mestres do humor negro na televisão britânica, os Monty Python aperfeiçoaram sua crueldade neste último filme, que versa exatamente sobre... o sentido da vida. através de esquetes divertidíssimos, o grupo satiriza as diversas fases da vida, do nascimento até a morte, nada fica imune ao seu humor ácido: a religião, a gula, os vícios ou os problemas sociais. clássicos) 

Menções honrosas: South Park: Maior, Melhor e Sem Cortes, Maus Hábitos, Amor à Queima-Roupa, Felicidade, Faça a Coisa Certa, Todo Mundo Quase Morto, Na Mira do Chefe, Medo e Delírio, Papai Noel às Avessas, Barton Fink, Sweeney Todd, O Cozinheiro o Ladrão sua Mulher e o Amante, O Grande Lebowski, O Vestido, O Cidadão do Ano, A Culpa é do Filho, As Oito Vítimas, Fome Animal, Quinteto de Morte, Matadores de Velhinhas, A Vida de Brian, A Honra do Poderoso Prizzi, Secretária, Brazil, Arraste-me para o Inferno, Psicopata Americano, Smukke Mennesker, Depois de Horas, A Entrevista, Team America: Detonando o Mundo, Eleição, Borat, O Discreto Charme da Burguesia, A Comilança, Volver, A Morte do Demônio, Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos...

Veja ainda: "10 Filmes de Robin Williams"





terça-feira, 12 de julho de 2016

10 Filmes de Abbas Kiarostami


Nascido em Teerã em 1940 e falecido no último 4 de julho de 2016 em Paris, Kiarostami tem lugar garantido dentre os mais importantes cineastas da história.
Formado em Belas Artes pela Universidade de Teerã, iniciou sua carreira como designer gráfico, e aos 30 anos passou a dedicar-se ao cinema. 
Roteirista, produtor, cineasta, fotógrafo, artista plástico e poeta, Abbas nunca abandonou o Irã, apesar de todas as dificuldades provocadas pelos turbulentos regimes políticos e religiosos. 
Dono de um estilo peculiar, adaptado às dificuldades e aos parcos recursos de produção de que dispunha, dirigiu cerca de 25 longas entre ficção e documentário e outros tantos curtametragens. 
Foi o maior responsável pela divulgação e valorização do vibrante cinema iraniano, hoje reconhecido por qualquer cinéfilo.
Esta lista traz dez dos filmes dirigidos por este grande artista.

1.  Gosto de Cereja (1997. obra-prima do cinesta, vencedora da Palma de Ouro de Cannes em 1997. um filme que nos angustia conforme se desvenda. nos arredores de Teerã, um homem de seus 50 anos aborda alguns desempregados para oferecer-lhes um trabalho fácil e bem remunerado, que ele reluta em revelar qual seria. no meu ponto de vista, a montanha constantemente percorrida pelo carro do protagonista representaria seu cérebro. apesar da secura, o filme comove. obra de gênio)

2.  Através das Oliveiras (1994. após um grande terremoto, um diretor de cinema vai ao interior do Irã para pacientemente filmar com atores amadores, os habitantes locais. o rapaz de um casal escalado para uma cena, faz questão de errar as falas mais simples, para que possam ficar mais tempo juntos. eles se amam, mas são de classes sociais diferentes e as famílias não permitem seu casamento. uma metáfora da tradição ameaçada pelos novos tempos. um filme encantador, vencedor de vários prêmios, entre eles o da Mostra de São Paulo 1994, com a qual o cineasta tinha forte ligação)

3.  A Vida Continua (1992. outro filme que aborda os efeitos do violento terremoto de Guilan, um cineasta sai pelo campo em busca de pessoas que trabalharam com ele no passado. no caminho encontra um cenário de destruição, mas também de fé e de esperança. um lindo filme, também premiado na Mostra de São Paulo)

4.  O Vento nos Levará (1999. um jornalista da televisão, vai até uma aldeia no Curdistão iraniano por uma estrada sinuosa e sem asfalto, onde mora uma senhora centenária, que eles esperam falecer para fazer uma cobertura das celebrações de sua morte, porém guardam isso em segredo. estão aqui temas caros ao diretor: paisagens secas, as estradas sinuosas e as motivações escondidas que aos poucos vão se revelando. o filme tem uma fotografia linda, um timing perfeito e uma trama bem construída, cheia de simbolismos a partir de um homem misterioso e antipático que chega a uma vila remota, onde aos poucos se vê acolhido. genial. premiado em Veneza)

5.  Onde Fica a Casa do Meu Amigo? (1987. o filme que projetou a carreira de Kiarostami em nível internacional. narra a história de um menino de 8 anos do vilarejo de Koker que desobedece a mãe e foge de casa para procurar um companheiro de turma, numa aldeia vizinha, na ânsia de lhe devolver um caderno que pegou por engano, o que causou problemas para o amigo. simples e encantador, um retrato da inocência e do senso de responsabilidade)

6.  Cópia Fiel (2010. brilhante exercício de metalinguagem, confundindo o encontro de um escritor e uma marchand na Toscana com o livro sobre cópias e um casal com uma história de 15 anos que eles reproduzem ou copiam... Kiarostami, mesmo fora do Irã, é um cineasta precioso, que sabe mexer com a imaginação e dar fluidez à narrativa. abrilhantado pela excepcional Juliette Binoche)

7.  Um Alguém Apaixonado (2012. se era difícil imaginar Kiarostami no Japão, a surpresa é muito boa. em seu segundo filme fora do Irã, uma jovem universitária, que trabalha como prostituta, é chamada para atender um velho professor viúvo, por quem descobre uma forte ligação. as longas sequências com o carro em movimento não deixa dúvidas da sua marca registrada. o final abrupto é adequado. as personagens são profundas, mesmo que as vejamos de longe).

8.  Close-Up (1990. um jovem cinéfilo, apaixonado pelo trabalho do diretor iraniano Mohsen Makhmalbaf acaba preso ao se fazer passar pelo famoso diretor e vai a julgamento, acusado por uma família rica de falsidade ideológica, roubo e extorsão. o estilo documental de Kiarostami se sobressai, recriando fatos reais com os próprios envolvidos. curioso notar o respeito que a população iraniana parece ter por seus cineastas, um povo culto)

9.  Dez (2002. rodado como documentário, foi rodado inteiramente com câmeras instaladas no interior de um carro e sem roteiro fixo. são dez episódios que se passam em dias diferentes no carro de uma jovem mulher. divorciada e recém-casada com outro homem, ela tem um filho pré-adolescente, que não cansa de culpá-la pela separação. além do filho, ela dá carona a várias mulheres, uma prostituta, uma jovem apaixonada e uma senhora religiosa, criando um mosaico da feminialidade no Irã)

10.  Shirin (2008. uma experiência tão interessante, quanto tediosa. Kiarostami propõe a leitura de um filme sobre uma história de amor do século 12, através das expressões de 114 espectadoras. para ficar claro que não se trata de um documentário, a plateia é formada por atrizes, várias delas conhecidas. como Juliette Binoche e Golshifteh Farahani. a proposta é mesmo inovadora e provocativa, mas o resultado é naturalmente chato de ver)


Veja ainda: "10 Filmes Iranianos"



segunda-feira, 11 de julho de 2016

10 Filmes sobre Sociedades Secretas


Quem nunca imaginou a existência de sociedades secretas tramando nas sombras e, o pior, sem nos convidar para participar?
As teorias da conspiração são infinitas e os roteiros de cinema usa bastante esse recurso que instiga nossa paranoia.
Esta lista traz alguns filmes sobre sociedades secretas. Confira e comente!

1.  O Clube da Luta (Edward Norton é um jovem executivo, insatisfeito com sua vida medíocre e em meio a uma crise de insônia. ele passa a frequentar grupos de auto-ajuda, onde conhece o estranho Tyler Durden - Brad Pitt -, que lhe apresenta um grupo secreto que se encontra para extravasar suas angústias e tensões através de violentos combates corporais. "a primeira regra do Clube da Luta é: não se fala sobre o Clube da Luta")

2.  De Olhos Bem Fechados (Tom Cruise é um médico casado e entediado que, após encontrar seu amigo de faculdade, tocando piano em uma festa de Natal, descobre que este tem um compromisso onde deve tocar de olhos vendados. curioso, ele aluga traje, uma máscara e, em companhia da esposa - Nicole Kidman -, invade a mansão onde o amigo vai tocar. lá acontece um ritual sexual secreto em que se veem envolvidos. o último e brilhante filme de Stanley Kubrick é cuidadoso nas referências, entre elas as festas dos Rothschild nos anos 1970)

3.  Os Agentes do Destino (Matt Damon é um político promissor, cuja carreira foi atrapalhada por um escândalo. assim que perde a eleição, ele conhece uma bailarina -Emily Blunt - por quem se apaixona. é quando surge um estranho grupo de homens, de um universo paralelo, que controlariam o destino das pessoas e o pressionam a interromper o romance, para recolocá-lo no destino original)

4.  Horizonte Perdido (após uma revolução eclodir na China, um diplomata - Ronald Colman - é forçado a fugir com outros quatro americanos. mas o avião deles é sequestrado e acabam caindo nas montanhas do Tibet, onde descobrem uma comunidade utópica em que seus membros parecem não envelhecer. a versão de Frank Capra de 1937 ganhou os Oscars de direção de arte e edição)

5.  Homens de Preto (uma agência secreta governamental cuida de fiscalizar os alienígenas que já vivem na Terra secretamente misturados aos humanos. Will Smith e Tommy Lee Jones são os agentes, sempre vestidos em ternos pretos, que tentam impedir a ação de um terrorista intergalático e ao mesmo tempo impedir que essa sociedade paralela se revele)

6.  O Código DaVinci (aventura baseada no livro de Dan Brown, um verdadeiro compêndio de teorias conspiratórias. Tom Hanks é Robert Langdon, um famoso simbologista que é chamado ao museu do Louvre para desvendar a morte de seu curador, que havia deixado estranhas pistas no local. numa espécie de 'caça ao tesouro', baseada em supostas pistas deixadas em obras clássicas, como as de Leonardo da Vinci, Langdon se vê envolvido na trama de uma sociedade secreta milenar, que guarda segredos desde os tempos de Jesus Cristo)

7.  O Bebê de Rosemary (Um jovem casal - Mia Farrow e John Cassavetes - se muda para um prédio habitado por pessoas estranhas e acontecimentos intrigantes. quando ela engravida, passa a ter alucinações e vê o seu marido se envolver com os vizinhos, uma seita de bruxos que quer que ela dê luz ao filho das trevas)

8.  A Lenda do Tesouro Perdido (ao longo dos séculos, uma ordem de cavaleiros europeus acumulou um enorme tesouro de artefatos inestimáveis de todo o mundo. os Maçons, descendentes desses cavaleiros, formam uma sociedade secreta responsável por proteger os objetos. Nicolas Cage é um caçador de tesouros, que dedicou a vida a encontrar esse tesouro que ninguém mais acredita existir. para encontrá-lo ele terá que desvendar um mapa codificado escondido na Declaração de Independência dos Estados Unidos)

9.  The Conspiracy (um falso documentário, no estilo 'found footage' sobre dois cineastas que investigam improváveis teorias de conspiração, que descobrem ser reais quando se veem envolvidos por uma perigosa e antiga sociedade secreta. tenso e interessante)

10.  Invasores: Nenhum Sistema Está Salvo (em Berlim, um jovem e solitário gênio da informática é convidado para fazer parte de um grupo de hackers subversivo que procura chamar a atenção em ações ousadas por todo o mundo. mas o que começa como um jogo, acaba se intensificando a algo perigoso)

Menções honrosas: Eles Vivem, Truque de Mestre, As Bruxas, O Homem de Palha, A Vila, Sociedade dos Poetas Mortos, Kingsman: Serviço Secreto, A Trama, Sob o Domínio do Mal, Sociedade Secreta, Batman Begins, O Marinheiro que Caiu em Desgraça com o Mar, O Último Portal, Indiana Jones e a Última Cruzada, Kung Fu Panda 3...

Veja ainda: "10 Filmes sobre Desejos Magicamente Atendidos"





segunda-feira, 4 de julho de 2016

10 Filmes com Atores que Morreram no 1º Semestre de 2016


A cada seis meses este blog homenageia os atores e atrizes que morreram no período anterior.
Na primeira metade de 2016 foram enormes as perdas.
Esta lista não traz diretores como Ettore Scola, roteiristas como Peter Schaffer ou técnicos como o fotógrafo Vilmos Zsigmond, apenas atores.
Vejam alguns dos astros que se foram nos últimos seis meses na ordem de suas mortes.

1.  Michel Galabru - A Gaiola das Loucas (04/01. aos 93 anos. nascido no Marrocos, Galabru fez mais de 250 filmes e incontáveis peças de teatro em sua ativíssima carreira. dentre seus prêmios, destaca-se o César de melhor ator por 'O Juiz e o Assassino' e as indicações como coadjuvante por 'Uranus' e 'Subway'. mas ficou na minha memória como o sogro de 'A Gaiola das Loucas')

2.  David Bowie - Furyo, em Nome da Honra (10/01. aos 69 anos, de câncer no fígado. um dos mais completos artistas do século XX, era também um ator admirável, desde sua festejada estreia no teatro como 'O Homem Elefante'. dentre os bons filmes que fez, o melhor é a obra prima de Nagisa Oshima, onde vivia o major Jack Celliers. clique aqui e veja uma lista só dele)  

3.  Alan Rickman - Harry Potter e a Pedra Filosofal (14/01. aos 69 anos, de câncer no pâncreas. o ator inglês ficou conhecido das novas gerações como Severus Snape, na saga "Harry Potter". estrelou ainda como um ótimo vilão em 'Duro de Matar', 'Robin Hood: O Príncipe dos Ladrões' e 'Sweeney Todd'. em 1996 ganhou um Golden Globe pela minissérie 'Rasputin' pelo papel título)

4.  Franco Citti - Accatone (14/01. aos 80 anos. um dos atores fetiche de Pier Paolo Pasolini, destacou-se aos 26 anos como o cafetão 'Accatone'. além de importantes filmes italianos, telefilmes e peças de teatro, chegou a participar da série 'O Poderoso Chefão')

5.  Frank Finlay - Othelo (30/01. aos 89 anos. em mais de 60 anosde carreira, Finlay participou de centenas de peças de teatro, séries, filmes e telefilmes. dentre os de maior destaque estão 'Os Três Mosqueteiros', 'O Pianista' e 'Othelo', ao lado de Laurence Olivier,onde viveu Iago, papel que lhe valeu uma indicação ao Oscar de ator coadjuvante) 

6.  George Kennedy - Rebeldia Indomável (28/02. aos 91 anos. começou sua carreira após 16 anos no exército e participou de quase 200 filmes, entre os quais todos das franquias populares 'Aeroporto' e 'Corra que a Polícia Vem Aí". ganhou o Oscar de coadjuvante pelo presidiário malvado de 'Rebeldia Indomável') 

7.  Patty Duke - O Milagre de Anne Sullivan (29/03. aos 69 anos, de sepsis. sua infância problemática não a impediu de fazer sucesso precocemente, ganhando um oscar de coadjuvante aos 16 anos no papel de Hellen Keller, uma garota cega e surda que tenta se adaptar ao mundo. a despeito de alguns bons filmes, Patty fez mesmo carreira na televisão em séries e telefilmes) 

8.  Theresa Saldana - Touro Indomável (06/06. aos 61 anos. a bonita atriz novaiorquina destacou-se por "Febre de Juventude" e "Touro Indomável", onde interpretava a esposa do personagem de Joe Pesci, irmão do protagonista. posteriormente, dedicou-se à TV, onde participou de séries como "Carro Comando", "Falcon Crest" e "MacGyver – Profissão: Perigo". por "The Commish", foi indicada ao Globo de Ouro. ficou conhecida por sobreviver ao ataque de um fã obsessivo em 1982, que a golpeou com uma faca várias vezes. a partir daí dedicou sua vida a ajudar mulheres que sofreram traumas semelhantes)

9.  Anton Yelchin - Star Trek (19/06. aos 27 anos, num acidente com o carro em sua garagem. um acidente bizarro interrompeu uma carreira das mais promissoras. nascido na Rússia, mas criado nos EUA, Yelchin começou a carreira muito cedo, aos 11 anos na série 'Plantão Médico'. apesar da pouca idade, fez cerca de 60 filmes, dos quais se destaca o personagem Checov, um dos mais carismáticos do núcleo central da franquia 'Star Trek'. dentre seus melhores filmes estão 'Sonhos à Deriva', 'Loucamente Apaixonados', 'O Estranho Thomas', 'A Hora do Espanto' e 'Exterminador do Futuro - A Salvação') 

10.  Bud Spencer - Chamam-me Trinity (27/06. aos 86 anos. Carlo Pedersoli, um destacado nadador olímpico do time italiano, adotou o nome americanizado para participar dos western spaghetti. grandalhão e mal humorado, tornou-se o alívio cômico da série Trinity e fez vários filmes populares na década de 1980, como 'Banana Joe', 'Par ou Ímpar' e 'Quem Encontra um Amigo, Encontra um Tesouro')


Outros atores importantes:

Prince (Purple Rain), Garry Shandling (Capitão América 2: O Soldado Invernal), Adrienne Corri (Laranja Mecânica), Rubén Aguirre (Chapolin), Umberto Magnani (Cronicamente Inviável), Richard Davalos (Vidas Amargas), 

Cauby Peixoto (Jamboree), Teresa Raquel (Amante Muito Louca), Richard Libertini (Um Casamento de Alto Risco), Ron Lester (Varsity Blues), Doris Roberts (A Rua da Esperança), Abe Vigoda (O Poderoso Chefão), 

Dan Haggerty (O Homem da Montanha), Richard Bradford (Os Intocáveis), Margaret Blye (Um Golpe à Italiana), Ann Morgan Guilbert (Dois Velhos Mais Rabugentos), Madeleine Lebeau (Casablanca), Vanity (Nenhum Passo em Falso), Michael Galeola (Clubhouse Detectives)...

Veja ainda: "10 Filmes com Atores que Morreram no 2º Semestre de 2015"








LinkWithin

Related Posts with Thumbnails