sábado, 1 de maio de 2010

10 Filmes sobre Sindicatos



A partir da revolução industrial na Inglaterra, onde os operários das indústrias têxteis eram submetidos à regimes desumanos de trabalho, os trabalhadores começaram a se unir em sindicatos, para ajudar uns aos outros e poder reivindicar melhores condições.
Essas organizações passaram a ganhar força política, interferindo na vida pública da maioria das sociedades.
A luta destes operários rendeu alguns bons filmes, dos quais esta lista destaca dez.


1.  Daens, um Grito de Justiça (no final do século XIX, numa pequena cidade operária da Bélgica, um grupo de operários de uma fábrica de tecidos vive em péssimas condições de trabalho. crianças exerciam tarefas de adulto, o que resultava num grande número de acidentes de trabalho e mortes. o padre Daens chega àquela comunidade e, diante dos fatos, começa a semear a idéia de justiça nos trabalhadores, o que contraria os poderosos e até mesmo a igreja. belo filme, que mostra bem as péssimas condições do trabalho na revolução industrial) 


2.  A Classe Operária Vai ao Paraíso (um funcionário exemplar - Gian Maria Volonté - é adorado pelos patrões e odiado pelos colegas. ele vive entregue aos sonhos de consumo de classe média, alienado aos movimentos operários, até que sofre um acidente, que o faz ver as coisas por outro ângulo e começa um processo de politização. clássico do cinema político, dirigido por Elio Petri. Palma de Ouro em Cannes 1972)


3.  Sindicato de Ladrões (um sindicato de estivadores, se aproveita da ingenuidade de um ex-boxeador - Marlon Brando - para atrair para a morte um delator das atividades criminosas do chefe do sindicato. clássico de Elia Kazan, ganhador de 8 merecidos Oscars, incluindo filme e ator. mostra a ação da máfia sobre os sindicatos de Nova York)


4.  Eles Não Usam Black-Tie (um operário, cuja namorada está grávida, decide furar a greve em que sua empresa está envolvida e que é liderada pelo seu pai. sua decisão provoca um conflito familiar. ótimo filme de Leon Hirszman, baseado na peça de Gianfrancesco Guarnieri. ganhou vários prêmios internacionais, incluindo dois em Veneza 1981)


5.  O Homem de Ferro (na Varsóvia dos anos 80, o partido escala um jornalista playboy e alcóolatra para infiltrar-se num grupo de trabalhadores em greve e, e aproximar-se de seu líder, cujo pai fora morto nos protestos de 1970. a intenção é lhes sabotar, mas a dúvida o corrói. mostra em flashbacks a história do nascimento dos sindicatos poloneses e do Solidariedade, incluindo uma ponta de Lach Walesa. o filme de Andrzej Wajda ganhou a Palma de Ouro em Cannes) 


6.  Pão e Rosas (duas irmãs mexicanas, trabalham como faxineiras em Los Angeles sem qualquer proteção trabalhista e um patrão abusivo. com a ajuda de um ativista americano, namorado de uma delas, decidem se rebelar, mesmo correndo o risco de serem extraditadas. ótimo filme do britânico Ken Loach)


7.  Norma Rae (Sally Field ganhou seu primeiro Oscar e o prêmio de melhor atriz em Cannes, como uma mãe solteira, operária de uma fábrica de tecidos, que mora com os pais, também tecelões. todos trabalham em condições degradantes, até a chegada de um sindicalista, vindo de Nova York e, a princípio hostilizado pelos próprios operários. aos poucos, a luta pela formação de um sindicato ganha adeptos. bom filme de Martin Ritt, um diretor sempre engajado)


8.  Como Era Verde o Meu Vale (durante a depressão dos anos 30, uma família muda-se para uma cidade de mineradores e se empregam na mina de carvão, nas piores condições de segurança possíveis. o dono da mina decide diminuir os salários de todos, o que deflagra uma greve de 22 semanas, que divide a família. dirigido por John Ford, ganhou 5 Oscars, incluindo filme e diretor, derrotando Cidadão Kane, numa das maiores injustiças da história)


9.  Hoffa, um Homem, uma Lenda (Jack Nicholson é o polêmico líder sindical Jimmy Hoffa, cujo misterioso desaparecimento nunca foi esclarecido. o filme relata sua luta para construir o mais influente sindicato dos EUA, sua ligação com a máfia e sua condenação à cadeia, por influência do então ministro Robert Kennedy. dirigido por Danny DeVito e roteiro de David Mamet, não empolga)


10.  Matewan, a Luta Final (um organizador do sindicato é enviado a uma comunidade de mineiros, na Virginia dos anos 20, violentamente dominada pela companhia mineradora. sua missão é unir os grupos de mineradores italianos e negros, que se acusam mutuamente. um belo de John Sayles)

6 comentários:

  1. Sabia que vc não deixaria essa data passar em branco e tbm sabia que tu não deixaria de fora o otimo Eles não usam Black-Tai de fora dessa lista.

    Kelvelyn

    ResponderExcluir
  2. faltou F.I.S.T. com o Stallone
    filmaço que pouca gente se lembra

    ResponderExcluir
  3. Faltou citar um filme que tive de assistir na faculdade,durante as aulas de Direito do Trabalho chamado Germinal, de 1993, dirigido por Claude Berri e baseado no romance de mesmo nome escrito por Émile Zola no final do século XIX...

    ResponderExcluir
  4. Anônimo 1,
    Eu até vi 'F.I.S.T.' há séculos, mas não me lembro bem. Acho que o Stallone me deixou uma má impressão, como de costume. Posso estar enganado.
    Fica sua dica. Obrigado!

    Anônimo 2,
    Bem lembrado. 'Germinal' é um filme que eu realmente havia esquecido.
    Muito obrigado!

    Com as dicas dos leitores atentos, a lista já tem 12 filmes:

    #11. F.I.S.T.
    #12. Germinal

    Continuem postando!
    Abs!!!

    ResponderExcluir
  5. Quando entrei pra ver essa lista, o primeiro que me veio a mente foi FIST, que assisti na Globo há uns 20 e poucos anos. Nunca mais consegui encontrar!

    ResponderExcluir
  6. Não é o tema central, mas é um tema latente em Billy Elliot.

    ResponderExcluir

Todo comentário do Listas de 10 será moderado para evitar abusos.
Por isso mesmo, não são publicados imediatamente. Seja paciente!
Ao final de seu comentário, identifique-se! É chato conversar com anônimos.
Obrigado!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails