quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Os Melhores Filmes de 2013


Todos os anos eu faço no Listas de 10 a minha lista pessoal de melhores filmes. 
2013 foi um ano em que poucos filmes se destacaram, e como vi mais de 400 títulos, ficou bem complicado fechar a lista em apenas dez.
Como critério, os filmes que participam precisam ter estreado nos cinemas brasileiros ao longo do ano, por isso não valem os downloads e nem as mostras e festivais.
Aqui vão os 10 melhores filmes estrangeiros de 2012, na minha opinião. (Os nacionais - onde inclusive está o melhor filme do ano - estarão numa lista à parte). Espero que gostem e descubram coisas novas.

1.  A Caça (Thomas Vinterberg - expoente do Dogma95 - traz à tona um assunto muito presente e relevante, o fantasma da pedofilia. tudo pareceria absurdo, se não lembrasse imediatamente diversos casos reais, como o da escola Base aqui no Brasil. a sociedade atual protege demais as crianças, fechando os olhos para suas - naturais - falhas de caráter. o filme é um estudo brilhante, que revolta e prende a atenção do começo ao fim e ainda traz a melhor atuação de Mads Mikkelsen)

2.  Amor (o filme é especialmente chocante, quando nos damos conta da nossa própria finitude, da nossa decadência física. sombrio e angustiante, é um show de interpretação do casal, principalmente de Jean-Louis Trintignant, que com seu olhar terno, consegue passar toda dor. deixa um nó na garganta, mas, outra vez, é um grande filme de Haneke, que deixa sua marca no final)

3.  Pais e Filhos (mais uma vez, o diretor Hirokazu Koreeda entra na lista, ao surpreender com um melodrama sem maniqueísmo e sem solução fácil. expõe as complicadas nuances da paternidade em diversos níveis. constrói ainda algumas sequências geniais, como a do reencontro entre pai e filho num caminho que se separa e volta a convergir. comovente e genial!)

4.  O Mestre (um brilhante estudo sobre o surgimento de religiões exóticas e de sua influência sobre as pessoas de mente fraca. atuações sensacionais do trio Phillip Seymour Hoffman, Joaquin Phoenix e Amy Adams e um clima de constante desconforto, graças a cenas desconcertantes. mais uma vez Paul Thomas Anderson acertou em cheio)

5.  Dentro da Casa (um grande roteiro, dirigido com segurança e fina ironia pelo ótimo François Ozon - do também ótimo 'Jovem e Bela' -, que ainda extrai muito de seus ótimos atores. um filme inteligente, que explora bem a metalinguagem e joga uma pitada de instigante dubiedade)

6.  Amor Bandido (capta o momento exato do amadurecimento de um garoto de 14 anos, quando começa a desvendar o mundo feminino, este é apenas o terceiro filme de Jeff Nichols e seus filmes estão cada vez mais consistentes. ele os dirige e escreve como histórias simples, mas são cheios de nuances, com metáforas mais ou menos óbvias e, principalmente, com um timing extasiante) 

7.  Capitão Phillips (o estilo de filmagem de Paul Greengrass, como num documentário, com as câmeras soltas e muitos planos fechados prende a atenção até o limite do suportável. Tom Hanks e o estreante Barkhad Abdi dão o sangue por seus personagens num filme tenso e surpreendente)

8.  César Deve Morrer (numa época de tantos reality shows, os irmãos Paolo e Vittorio Taviani levam sua câmera a uma prisão de segurança máxima, onde os presos são os atores encenando a peça 'Julio César'. o lindo texto de Shakespeare e o impacto que a arte tem sobre os condenados fazem deste filme uma obra-prima)

9.  Marina Abramovic - Artista Presente (a arte está dentro do ser humano, e alguns poucos conseguem externá-la sem precisar de uma tela ou uma câmera. Marina Abramovic é uma artista performática madura, que extrai de seu trabalho, uma conexão poderosa com seu público. este documentário sobre a artista é emocionante - confesso que me peguei chorando mais de uma vez -, porque ele passa verdade e sabe explicar de onde vem a força dessa mulher. lindo!)

10.  Azul é a Cor Mais Quente (um melodrama intenso, onde as emoções afloram com sinceridade, valorizado por interpretações precisas do casal Adèle Exarchopoulos e Léa Seydoux. o diretor Abdellatif Kechiche quebra paradigmas, ao expor o sexo sem pudores e, apesar do tema do amadurecimento e descoberta da sexualidade já não ser novidade, o filme emociona e encanta)

Filme Fofo do Ano:  Frances Ha (na linha da série 'Girls', conta a história do difícil começo de vida adulta de uma simpática aspirante a bailarina, tentando sobreviver aos reveses de Nova York, uma cidade cara e impiedosa. a direção leve de Noah Baumbach e o carisma de Greta Gerwig elevam o filme a um patamar superior. como curiosidade, os dois produtores executivos são brasileiros, Fernando Loureiro e Lourenço Sant'Anna)

Menções Honrosas: Além das Montanhas, Django Livre, As Sessões, Qual o Nome do Bebê?, O Sonho de Wadjda, O Grande Gatsby, Antes da Meia-Noite, Segredos de Sangue, Gravidade, Amor Pleno, Blue Jasmine, Contos da Noite, O Que Traz Boas Novas, As Quatro Voltas, Ferrugem e Osso, As Aventuras de Kon-Tiki, O Lugar Onde Tudo Termina, Tabu, Jovem e Bela, A Criada, Blancanieves, A Grande Beleza...

E mais alguns interessantes: Os Miseráveis, Meu Namorado é um Zumbi, A Hora Mais Escura, Killer Joe, Pietá, O Amante da Rainha, Depois de Lúcia, Além da Escuridão - Star Trek, Rush, Bling Ring - A Gangue de Hollywood, Reality, O Estranho Caso de Angélica, Invocação do Mal, Um Toque de Pecado,...

Veja ainda: "Os Melhores Filmes Nacionais de 2014"




9 comentários:

  1. Bom dia!
    Finalmente deu o sinal de vida, eu fiquei com saudades desse blog!
    A Caça é simplesmente genial e prendeu minha atenção. Amor é lindo. Agora vou assistir os outros.
    Continue postando. :D
    Abraços, Germano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Germano!
      Pois é! Eu precisava de umas férias do blog para poder trabalhar, né?
      Mas já estou de volta! Não pretendo abandonar o Listas jamais!
      Um bom 2014, amigo!
      Abs!!!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Olá Emerson!
      Esteja à vontade para publicar aqui a sua lista de melhores!
      Será um prazer conhecer outros gostos.
      Abs!!!

      Excluir
  3. Muito boa lista, Armando, lamento não ter degustado de todos os elencados.Porém devo confessar minha surpresa com a presença de "Mud".Não, não que o filme seja ruim, até já o discutimos no lá no grupo, mas eu esperava ver "Gravidade", por exemplo, entre os 10, embora eu também não o tenha assistido ainda.Mas este lance de fazer listas certamente não deve ser fácil[rs]!Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gil!
      Por tudo o que eu falei no grupo, você não deveria estranhar a presença do "Mud", gosto muito dele.
      Já "Gravidade" eu acho um tanto hype. Todos têm obrigação de gostar. É um bom filme, estaria entre os meus 20 melhores, mas não entre os 10...
      Por isso destaquei que esta é minha lista pessoal. Não dá para agradar todo mundo.
      Recomendo todos os filmes da lista e das menções honrosas!
      Abs!!!

      Excluir
  4. Que lista fascinante! Assisti apenas 4 deles e concordo que os quatro merecem estar nesta lista dos melhores. Isso significa que estou extremamente ansioso pra ver os outros que vc listou, devem ser maravilhas!

    ResponderExcluir
  5. Me desculpem se desagradar a alguns mas eu assisti Gravidade e achei muuuuito sem graça. Não concordo com a afirmação "todos têm obrigação de gostar". Sou fã de ficção científica mas Gravidade não me agradou nem um pouco. Talvez não tenha entendido a mensagem que o filme transmite. Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Me desculpem se desagradar a alguns mas eu assisti Gravidade e achei muuuuito sem graça. Não concordo com a afirmação "todos têm obrigação de gostar". Sou fã de ficção científica mas Gravidade não me agradou nem um pouco. Talvez não tenha entendido a mensagem que o filme transmite. Abraço.

    ResponderExcluir

Todo comentário do Listas de 10 será moderado para evitar abusos.
Por isso mesmo, não são publicados imediatamente. Seja paciente!
Ao final de seu comentário, identifique-se! É chato conversar com anônimos.
Obrigado!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails