domingo, 6 de dezembro de 2015

10 Filmes de Marília Pêra


A carioca Marília Marzullo Pêra, nasceu em 22 de janeiro de 1943 e faleceu no último dia 5 de desembro de 2015.
Filha de atores, estreou no teatro aos quatro anos de idade e nunca mais parou. Cantora, bailarina, diretora, atriz de teatro, cinema e televisão, é uma das artistas brasileiras mais premiadas. É até aqui a única atriz latino-americana a ganhar o prestigiado National Society of Critics Award pelo filme Pixote.
Sua carreira é composta de cerca de 30 filmes, ao menos 56 peças de teatro e incontáveis trabalhos na televisão;
Esta lista destaca 10 de seus trabalhos no cinema.

1.  Pixote, a Lei do Mais Fraco (no clássico de Hector Babenco, Marília é a prostituta Sueli, que se une aos adolescentes fugitivos para roubar seus clientes. sua presença desfaz o grupo e resta apenas o menino Pixote, que a vê como uma figura materna, mas é rejeitado por ela. o filme foi indicado ao Golden Globe e Marília ganhou diversos prêmios internacionais por sua atuação)

2.  Central do Brasil (na obra-prima de Walter Salles, Marília é Irene, a vizinha de Dora - Fernanda Montenegro -, que divide com ela as histórias das cartas escritas na estação de trem, antes de jogá-las fora. é ela quem não permite que a carta da mãe do menino Josué seja jogada e é ela quem faz com que Dora desista de vender o menino para uma agência de adoção)

3.  O Viajante (Marília é a rica viúva Don'Ana de Lara, que vive com o filho deficiente no interior de Minas, até a chegada de um caixeiro viajante sedutor, que desperta nela uma paixão doentia e desequilibra a paz da comunidade. o filme tem uma narrativa confusa, mas um argumento interessante, além de grandes atuações de Marília e Nélson Dantas)

4.  Bar Esperança, o Último que Fecha (um bar de Ipanema que reúne artistas, boêmios e intelectuais está prestes a fechar para lá ser construído um condomínio. os fregueses, então, se unem para impedir a demolição. Marília é uma atriz de televisão, que junto com o marido roteirista frequentam o bar todas as noites. dirigida por Hugo Carvana, a atriz está à vontadee párece se divertir em cena. este papel lhe valeu o prêmio de melhor atriz em Gramado e da APCA)

5.  Tieta do Agreste (na boa versão de Cacá Diegues para o livro de Jorge Amado, é Marília quem rouba a cena. Perpétua, a soturna irmã da pródiga Tieta é um dos melhores personagens de nossa literatura e a atriz defende com honra  prêmio de atriz coadjuvante em Havana e da APCA)

6.  Jogo de Cena (convidadas através de um anúncio de jornal a contar suas histórias de vida, 83 mulheres se inscrevem e algumas delas são selecionadas para contá-las, agora, num palco diante de câmeras. em meio às personagens reais, atrizes contam ao seu modo as mesmas histórias, criando uma confusão entre o que é real e o que é atuação. uma obra-prima de Eduardo Coutinho em que Marília Pêra e Andréa Beltrão se destacam)

7.  Dias Melhores Virão (Marília Pêra é Maryalva, uma dubladora de seriados norte-americanos para a televisão, mas que sonha se tornar uma estrela de Hollywood. em seus devaneios ela interage com a atriz do seriado que dubla e conversa com o namorado morto. comédia de Cacá Diegues e mais prêmios para Marília em Cartagena e outro da APCA)

8.  Anjos da Noite (um painel fragmentado da noite paulistana, através de diversos personagens ligados à arte e ao mundo gay. abusa dos exercícios de metalinguagem, mas é um filme inventivo para 1987. o único dirigido por Wilson Barros, morto precocemente. Marília tem um papel pequeno como uma atriz glamurosa, mas foi suficiente para lhe dar o segundo Kikito de melhor atriz em Gramado) 

9.  Mixed Blood (depois do sucesso internacional de 'Pixote', Marília foi convidada pelo alternativo diretor Paul Morrissey para estrelar seu primeiro filme americano, "inspirado" no filme de Babenco. ela é Rita La Punta, uma brasileira, que comanda uma gangue de traficantes juvenis em Manhattan. todos latinos menores de idade, que não podem ser presos. o filme tem bom ritmo e bastante humor negro)

10.  Polaroides Urbanas (no primeiro filme dirigido por Miguel Falabela, Marília vive duas gêmeas, uma dona de casa entediada, atormentada pela segunda. emulando Almodóvar, numa narrativa excessivamente fragmentada, o diretor não se acha, mas o talento de Marília e do elenco fazem valer a pena.e mais três prêmios para a atriz)


Outros filmes: AméliaEmbarque Imediato, O Homem que Comprou o Mundo, O Rei da Noite, Jenipapo, Ana a Libertina, Living the Dream...

Em breve: To Ryca e Dona do Paraíso.

Veja ainda: "10 Filmes sobre Fotógrafos"  e "10 Filmes de Robin Williams"





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo comentário do Listas de 10 será moderado para evitar abusos.
Por isso mesmo, não são publicados imediatamente. Seja paciente!
Ao final de seu comentário, identifique-se! É chato conversar com anônimos.
Obrigado!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails