segunda-feira, 16 de novembro de 2015

10 Filmes sobre o Egito Antigo


Uma das civilizações mais inovadoras da história da humanidade, cresceu às margens do rio Nilo a partir de 3000 aC.
Foi uma das primeiras sociedades a se auto documentar, através das artes, da escrita, das práticas religiosas deixando um legado de muitos mistérios a serem desvendados. 
Os faraós e sua origem mística fascinam muitos estudiosos até hoje, principalmente figuras importantes.
Esta lista traz alguns filmes que se passam no Egito antigo, até o terceiro período, onde já convivia com os invasores romanos.

1.  O Rei Tut (minissérie canadense em três episódios sobre Tutancâmon, ou o Rei menino,1333 - 1323 aC, o mais jovem faraó a comandar o antigo Egito, e cujos famosos sarcófagos de ouro se tornaram um dos maiores símbolos da antiga civilização. Ben Kingsley lidera o elenco como o poderoso vizir, tutor do rei, vivido por Avan Jogia. com uma boa produção e escorregões de novela, diverte e traz a tona esta misteriosa civilização) 

2.  Alexandria (um dos momentos mais importantes da história foi a destruição da biblioteca de Alexandria, que guardava tesouros da cultura e do império egípcio. o filme mostra claramente a ascensão dos cristãos em sua intolerância e fúria teísta que repercutem até hoje. este foi o primeiro filme sobre o tema e é centrado na figura real e emblemática da filósofa Hipátia - Rachel Weisz. apenas por este motivo o filme já seria importante, mas ele traz mais, traz uma reconstituição histórica bem feita, um roteiro além dos clichês do gênero e toca fundo na ferida. tem um pouco de novela também, o que atrapalha, mas não estraga. pelo tema e pela coragem: imperdível!)

3.  Terra de Faraós (ao voltar de uma batalha vitoriosa, o faraó do Egito decide construir uma pirâmide, onde serrá sepultado com seus tesouros. para proteger a entrada da imponente construção, o arquiteto cria um intrincado labirinto, que deverá ainda ser selado após o corpo do faraó chegar ao seu destino. com ele, seus serviçais mais próximos ficarão igualmente presos na pirâmide. épico de 1955, brilhantemente dirigido por Howard Hawks)

4.  Êxodo: Deuses e Reis (adaptação da história bíblica do Êxodo dos judeus do Egito. o filme narra a vida do profeta Moisés - Christian Bale -, nascido entre os hebreus, ele é resgatado pela irmã do faraó e criado na família real. quando se torna adulto, ele recebe ordens de Deus para ir ao Egito, na intenção de liberar os hebreus da opressão. no caminho, Moisés deve liderá-los travessia do deserto e passar pelo Mar Vermelho. não chega a ser ruim, mas é lento, mal amarrado e com um exagero de efeitos digitais. o achado do roteiro é o Deus na forma de uma criança birrenta e poderosa)

5.  Cleópatra (Cleópatra VII - Elizabeth Taylor - foi a última rainha do Egito, descendente do general grego Ptolomeu. ela tem um filho com o ditador romano Júlio César - Rex Harrison -, o que lhe garantiu a permanência no trono egípcio. após o assassinato de César, ele se torna amante de Marco Antônio - Richard Burton -, que a protege, mas sua autonomia fica em risco com a disputa entre este e o imperador Octávio. é uma das produções mais caras da história do cinema.)

6.  O Egípcio (a história de Sinuhe, um pobre órfão, que durante a XVIII Dinastia, torna-se um médico brilhante. junto com um amigo, salvam a vida de um desconhecido do ataque de um leão. o homem é o recém-entronizado faraó  Amenhotep IV, que, agradecido, o torna médico da corte e seu amigo oficial dos exércitos reais. dentro do palácio, ele se envolve em intrigas e desvenda mistérios que o perseguem desde seu nascimento. dirigido pelo bom artesão Michael Curtiz em 1954)

7.  A Múmia (Imhotep, o sumo sacerdote do Faraó, se apaixona repentinamente pela esposa deste, Ankh-su-Namun. eles acabam assassinando o rei e, por este motivo, são condenados à uma morte horrenda euma maldição que os acompanhará no pós-vida. em 1926, um aventureiro - Brendan Fraser - e outros arqueólogos acidentalmente trazem à vida o sacerdote condenado e agora mumificado, que fará de tudo para também ressuscitar sua amada, para viverem juntos pra sempre. uma versão modernizada e divertida dos filmes de múmia, populares nos anos 1930)

8.  O Príncipe do Egito (bela versão animada do mito de Moisés. no Egito antigo, quando os hebreus lá viviam como escravos, o faraó ordena que todos os bebês hebreus do sexo masculino sejam afogados. Uma mãe desesperada coloca seu filho em uma cesta no rio. a criança acaba sendo encontrada pela rainha e criada como irmão de Ramsés, o herdeiro do trono. os dois crescem e se tornam grande amigos, mas Moisés acaba descobrindo sua origem, decide abandonar o palácio e libertar os hebreus, para levá-los para a Terra Prometida. Oscar para a bela canção "When You Believe", interpretada por Whitney Huston)

9.  Faraó (a luta de Ramsés XIII contra o poder dos sacerdotes, a quem o jovem faraó responsabiliza pelo declínio do país. uma produção polonesa de 1966, suntuosa e bela, com cuidadosa fotografia amarelada. dirigido por Jerzy Kawalerowicz, foi indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro e restaurado por Martin Scorsese)

10.  Asterix e Obelix: Missão Cleópatra (Cleópatra - Monica Bellucci -, a rainha do Egito, aposta com Júlio César, imperador de Roma, que ela concluirá a construção de um novo palácio em apenas três meses. desesperado com o pouco tempo que tem para realizar a obra, o arquiteto responsável pelo projeto convoca seus amigos gauleses Asterix e Obelix - Gérard Depardieu - para ajudá-lo. divertida aventura francesa)

Veja ainda: Nefertiti a Rainha do Egito, A Múmia (1932), Moisés, Os Dez Mandamentos, Stargate, O Escorpião Rei...

Veja ainda: "10 filmes sobre o Império Romano"





3 comentários:

  1. Legal, Armando! Já assisti alguns dentre esses... tenho só uma observação: No filme "Alexandria", infelizmente o diretor Amenabar distorceu completamente a história; A versão do filme não se baseia em fontes confiáveis, e se propagou tardiamente com o Iluminismo e a doutrina cientificista. Uma análise mais detalhada do que de fato ocorreu em Alexandria, com citação das fontes, pode ser encontrada no site abaixo.

    Abraços!

    https://darwinismo.wordpress.com/2014/02/27/hipatia-e-a-ignorancia-historica-dos-militantes-ateus/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vinícius!
      Seus comentários são sempre relevantes. Fico esperando por eles.
      Amenabar colocou o dedo numa polêmica de 15 séculos e isso em si já é interessante.
      É curioso que um fato relativamente recente seja tão mal explicado. Aparentemente a versão dos cruzados prevalece na mente dos... cristãos. Existe a versão árabe e a judia dos mesmos fatos, todas discordantes.
      Os roteiristas optaram por uma versão que culpa os conflitos religiosos pela destruição, como um estopim das trevas da Idade Média.
      Embora eu concorde com o artigo que você enviou, que muitas liberdades foram tomadas em nome de um roteiro mais atraente, a tese ateia é muito interessante e pertinente.
      E, convenhamos, qualquer uma das hipóteses pode ser verdadeira, mas provavelmente nenhuma delas é.
      Obrigado por levantar a bola.
      Abs!!!

      Excluir
    2. Sim, também gosto de filmes sobre momentos históricos, a beleza dessa disciplina é investigar! Abraços.

      Excluir

Todo comentário do Listas de 10 será moderado para evitar abusos.
Por isso mesmo, não são publicados imediatamente. Seja paciente!
Ao final de seu comentário, identifique-se! É chato conversar com anônimos.
Obrigado!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails